Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Mantinha do Ego

Pequenos retalhos que cobrem o alvorecer de dois quotidianos...

Mantinha do Ego

Pequenos retalhos que cobrem o alvorecer de dois quotidianos...

Lúcia Costa em 16.05.19

Estrelas como nós

Há estrelas que guiam. Que levam à descoberta. Que iluminam os dias, não sendo, para isso, relevante saber o que são, como são, quem são, o que fazem, o que dizem ou se são estrelas anãs (...)
Alexandra Delgado em 08.05.19

Carta aberta a todas as mães

Àquelas que geraram novas vidas ou que permitiram que outras renascecem nos seus corações através do Amor;   Àquelas a quem nos entregámos por sentir proteção e carinho;   Àquelas que (...)
Alexandra Delgado em 19.03.19

Olhar da saudade

Hoje é um daqueles dias em que recordamos aqueles que nos amaram desde o princípio...   Relembramos os que permitiram a nossa existência e que presenciaram os primeiros passos, palavras, (...)
Alexandra Delgado em 16.05.19

Somos todos estrelas!

Quando olho para o céu noturno e reparo que este é desenhado por pontos brancos que cintilam, lá longe, num lugar impossível de alcançar, sinto-me invadida pela imensidão da beleza desse (...)
Lúcia Costa em 08.05.19

As mães são super-heróis

Há coisas que não mudam e uma mãe é isso. O imutável. Por muitas contrariedades que apareçam, por muitas ausências que se verifiquem, uma mãe não se altera. É. Fica. Está. E, como (...)
Alexandra Delgado em 07.05.19

Um ano de retalhos!

Um ano se passou desde que surgiu a «Mantinha do ego»...   Partilhar pensamentos, reflexões, poemas, textos com um humor subtil e até virar o «Mundo ao contrário», foram os motivos que (...)
Alexandra Delgado em 21.03.19

Poesia

Há poesia em cada palavra que sai da tua boca, Há ritmo em cada olhar que a tua alma evoca. No silêncio que envolve o espaço escuro Noto a presença da beleza que em ti descubro.   Adormeç (...)
Lúcia Costa em 19.03.19

A todos os pais...

Aos que amam, criam e sustentam aos que protegem, geram e guardam aos benfeitores, senhores e progenitores.   Aos que choram com o brilho do olhar aos que criam rugas em cada provação aos (...)