Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Mantinha do Ego

Pequenos retalhos que cobrem o alvorecer de dois quotidianos...

Mantinha do Ego

Pequenos retalhos que cobrem o alvorecer de dois quotidianos...

Lúcia Costa em 16.01.19

Minorias da memória

Vivemos numa sociedade de minorias. Minorias que vão minando e facilmente se transformam em maiorias que invalidam tudo o que até àquela situação, local ou dito tem anos de história, (...)
Alexandra Delgado em 11.01.19

O perigo do azul

Pego no lápis e nada mais existe. Mergulho na imensidão das ideias que me transportam a um imaginário de papel branco  e de toda a liberdade de escrita, arte e melodia criativa que aquele (...)
Alexandra Delgado em 16.01.19

O Nada e o Sonho

«Não sou nada.Nunca serei nada.Não posso querer ser nada.À parte disso, tenho em mim todos os sonhos do mundo.»(Fernando Pessoa, Tabacaria) Hoje quem me inspira é Fernado Pessoa, através (...)
Lúcia Costa em 11.01.19

Lâmpada mágica

A aurora surge no horizonte. Azul, laranja, encarnada e lilás...É um novo dia que se ergue. Uma nova esperança, uma ânsia de aventura, de descanso, de mudança.A cada instante a claridade (...)
Alexandra Delgado em 03.01.19

E eis que chegou 2019...

2019 chegou e com ele começam a ganhar forma os tradicionais desejos para o «ano novo, vida nova». Então que assim seja! Vou pensar nas minhas resoluções e escrevê-las. Pode ser que (...)
Lúcia Costa em 22.11.18

Amor

Alegro-me só por existires.Só por existir a ideia de ti.Fazes parte do tempo que não passa, da vida que vagueia pelas linhas do imaginário. Não sei se alguma vez te irei encontrar.Não sei (...)