Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Mantinha do Ego

Pequenos retalhos que cobrem o alvorecer de dois quotidianos...

Mantinha do Ego

Pequenos retalhos que cobrem o alvorecer de dois quotidianos...

Incentivo a todas as segundas-feiras

É segunda-feira
Trabalho para a semana inteira,
Mesmo em dia de verão
Alguém me arranje um fim de semana
Bom bom bom bom
Já já já já

(Nota: Ups. Isto é um plágio, colado com cuspo, para justificar um texto sobre a segunda-feira.)

 

Pois é, o ódio às segundas-feiras está cada vez mais enraizado quando acordamos de manhã. Não sei se é dos programas de rádio matutinos que nos acompanham para o trabalho, se é mesmo que a segunda-feira, apesar de ser o segundo dia da semana, traz consigo algo de negativo, péssimo, qualquer coisa que justifica muita da inércia e da preguiça que por aí anda.


Realmente, custa levantar cedo, mas para mim, custa-me levantar cedo todos os dias... E, assumo, gosto de algumas segundas-feiras, tal como gosto de algumas terças ou quintas. Depende do que tenho para fazer, e do espírito de iniciativa que sinto...


Se o fim de semana fosse de três dias o estigma estaria ligado à terça-feira. Ou não?


Na minha opinião, que provavelmente vale o mesmo que uma segunda-feira para a vida de algumas pessoas, o problema não é o dia da semana, é o trabalho para onde vamos. Ou a maneira como encaramos a vida. Será que não podemos ser felizes à segunda-feira? Claro que podemos. Será que não há dias solarengos à segunda-feira? Claro que há.

 

Portanto, peguemos na trouxa, penteemos o cabelo, ponhamos um baton, mesmo que seja para o cieiro, e bora lá que é início de semana e temos muito para fazer!

 

(Nota 2: Qualquer semelhança com um texto normal, por favor aplicar a raiz quadrada da segunda-feira, ou seja um graaaande desconto!)

 

 

12segunda-feira-696x429.jpg

 

Hoje é um dia igual aos outros

O despertador toca e tenho que me levantar.

 

Despacho-me e como uma torrada a caminho do carro, onde bebo um iogurte para poder ter a sensação de que tomei um bom pequeno-almoço.

 

Parece sempre tudo igual. Os cães a ladrarem pela manhã, o sol a ferir a vista numa tentativa de nos acordar e a rádio a tocar para mais uma viagem até ao trabalho.

 

O mesmo caminho, as mesmas músicas, as mesmas vozes e a mesma paisagem.

 

A semana começa igual a todos os outros dias. Com a diferença de que hoje é segunda-feira.

 

A maldita segunda-feira!

 

Aquele dia que chega e dá início a mais uma semana de corre-corre, de faz e desfaz, de muito trabalho e pouco descanso. Mas o mal não é isto acontecer todos os dias. O mal é ser neste dia

 

Um presságio para tudo o que corre mal. A culpa é sempre dela. 

 

Sentimo-nos como o Garfield, que odeia este dia! 

 

Simplesmente odiamo-lo. Temos isso em comum. Somos uns insatisfeitos, mas só à segunda-feira. Porque ela é que é a má da fita. Acaba com o nosso descanso, obriga-nos a acordar cedo, a retomar a rotina e enfrentar os problemas diários. 

 

Parece que caimos em depressão à segunda e, durante a semana, a luz entra nas nossas vidas. Quando chega o domingo, estamos na plenitude da felicidade. E pronto. Já vem ela outra vez.

 

Na verdade somos uns insatisfeitos e inconstantes. Hoje é um dia como qualquer outra da semana. É sempre mais uma oportunidade para ser feliz. Nem que seja para contrariar a maldita da segunda-feira!

 

71acf3b6bbf027a898164a3aa9831525--garfield-comic-g