Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mantinha do Ego

Pequenos retalhos que cobrem o alvorecer de dois quotidianos...

Mantinha do Ego

Pequenos retalhos que cobrem o alvorecer de dois quotidianos...

A paz na essência dos sentidos

Pensar sobre a paz é imaginar um mundo novo...

Um mundo em que me sento e descubro uma nova forma de viver.

Um mundo em que a constante do sonho é o que me move na descoberta,

Num encontro com o divino de ser pessoa,

Na criação de uma Natureza que existe e me apraz.

 

Ouvir a paz é estar num silêncio transformador,

Revelador da nossa essência e de invenção de sons 

E palavras de alento e crescimento que enriquecem.

O som da paz é amoroso, espontâneo, verdadeiro.

Escutá-la é quase uma música tocada pelas cordas do violino

Que nos transportam a um mundo perfeito!

 

Ver a paz é encontrar nas nuvens do céu formas infantis...

É construir uma estória com o algodão doce branco que paira

Sobre um fundo azul de tranquilidade espelhado no mar.

Ver a paz é encontrar brilhos e mãos unidas

Pela beleza que encantam o olhar.

 

Cheirar a paz é sentir um aroma que nos eleva aos pensamentos

Mais felizes que a memória nos permite visitar!

É cheirar o bolo que sai do forno numa tarde de domingo,

Os doces preparados para as festas de Natal, o perfume do abraço da nossa mãe.

Um cheiro com poderes transformadores,

Como se fossem portas de passagem para mundos novos e viagens inesquecíveis.

 

Saborear a paz é como observar uma criança a deliciar-se com um chocolate.

É sentir estrelas no paladar que explodem a cada alegria da vida,

Como amores de outros tempos que em borboletas se tornaram.

É um sabor doce que nos recorda a mais saborosa das sobremesas da vida.

 

Mas fazer a paz é muito mais do que sentir, ver, ouvir, saborear ou cheirar.

Fazer a paz é dar amor, abraçar, beijar, tocar, apoiar. 

É um mundo de descoberta de si. De percorrer caminhos de felicidade.

Ser paz é difícil.

Ser paz é ser mudança. É encontrar a tranquilidade na tormenta.

Ser paz é ser Amor.

Então celebremos a paz e sejamos felizes!

 

 

paz.jpg