Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mantinha do Ego

Pequenos retalhos que cobrem o alvorecer de dois quotidianos...

Mantinha do Ego

Pequenos retalhos que cobrem o alvorecer de dois quotidianos...

O despertador tocou

Triiiim! Triiiiim!

 

É hora de acordar

E o despertador já está a tocar.

O barulho é incomodativo

E agora não me sai do ouvido.

 

Mais uma manhã,

Espera-me um novo dia.

Nada de novo.

Tudo deve ser igual.

 

Nada parece o mesmo. 

Ou o meu olhar é que está diferente?

A mudança da noite para o dia.

A oportunidade numa manhã que irradia.

 

Tudo é diferente.

Nada é igual.

Afirmo, veementemente,

Não é apenas da minha mente.

 

Afinal deve ser tudo como todos os dias.

A manhã nasce,

O despertador toca,

Eu acordo.

Eis que surge ela novamente.

 

É um novo dia.

Uma nova manhã.

O despertador tocou

E a oportunidade de ser feliz chegou.

 

despertador.png