Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mantinha do Ego

Pequenos retalhos que cobrem o alvorecer de dois quotidianos...

Mantinha do Ego

Pequenos retalhos que cobrem o alvorecer de dois quotidianos...

Parabéns Portugal! Muitas felicidades! Muitos anos de vida!

Portugal faz hoje 839 anos. Não é para todos!

 

Foi no dia 23 de maio de 1179 que o Papa Alexandre III deu despacho à bula «Manifestis Probatum» que oficializou a soberania do reino de Portugal, e que, segundo o Google Tradutor, significa «Provamos por clara».

 

Assim, provamos por claro que somos país desde essa altura, sem contar com a assinatura do Tratado de Zamora em 1143, ou com as batalhas de São Mamede, em 1128 e de Ourique, em 1139. Noves fora nada fazemos anos hoje!

 

Somos uma das nações mais antigas e das mais originais.

 

Começando com um rei cuja vida dava para encher muitas revistas cor de rosa, passando por outro que ainda não apareceu no nevoeiro e terminando noutro que se exilou. Não esquecendo as desventuras amorosas, as aventuras das caravelas, a ditadura e as revoluções com cravos nas espingardas. Enfim, a nossa história dava um enredo de uma novela, daquelas de agora que têm várias temporadas...

 

Atualmente, continuamos a sonhar com os reis dos outros países como se fossem nossos. E elegemos um Presidente da República que parece um soberano dos tempos modernos com o poder da omnipresença.

 

No fundo, somos lindos, maravilhosos, retangulares e esperançosos de melhores dias, mesmo que para isso nada mais façamos que criticar, passivamente, o que vai acontecendo.

 

- A gasolina sobe, é chato.

- O tempo está mau, é chato.

- Há corrupção, é chato...

 

Em suma, vamos vivendo... Afinal é chato parar de viver.

 

Parabéns Portugal! Tudo de bom para ti!

 

07portugal.JPG