Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Mantinha do Ego

Pequenos retalhos que cobrem o alvorecer de dois quotidianos...

Mantinha do Ego

Pequenos retalhos que cobrem o alvorecer de dois quotidianos...

Alexandra Delgado em 16.05.19

Somos todos estrelas!

Quando olho para o céu noturno e reparo que este é desenhado por pontos brancos que cintilam, lá longe, num lugar impossível de alcançar, sinto-me invadida pela imensidão da beleza desse (...)
Alexandra Delgado em 19.03.19

Olhar da saudade

Hoje é um daqueles dias em que recordamos aqueles que nos amaram desde o princípio...   Relembramos os que permitiram a nossa existência e que presenciaram os primeiros passos, palavras, (...)
Alexandra Delgado em 08.03.19

Ser Mulher!

Ser mulher é um desafio. É uma busca constante pela razão, Na incerteza da conquista  De vontades e gratidão. É ter em si uma força que a move Em toda a sua serenidade Transformada pela luta
Alexandra Delgado em 07.05.19

Um ano de retalhos!

Um ano se passou desde que surgiu a «Mantinha do ego»...   Partilhar pensamentos, reflexões, poemas, textos com um humor subtil e até virar o «Mundo ao contrário», foram os motivos que (...)
Alexandra Delgado em 21.03.19

Poesia

Há poesia em cada palavra que sai da tua boca, Há ritmo em cada olhar que a tua alma evoca. No silêncio que envolve o espaço escuro Noto a presença da beleza que em ti descubro.   Adormeç (...)
Alexandra Delgado em 15.03.19

Saudar o sol

«É talvez o último dia da minha vida. Saudei o sol, levantando a mão direita, Mas não o saudei, dizendo-lhe adeus, Fiz sinal de gostar de o ver antes: mais nada» (Alberto Caeiro, Last Poem)
Alexandra Delgado em 14.05.18

Encontros e desencontros

Não há nada como a saudade para nos permitir valorizar os momentos de reencontro. O recordar de um tempo que passou e já não volta, que me permitiu viver experiências tão intensas, tem (...)