Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Mantinha do Ego

Pequenos retalhos que cobrem o alvorecer de dois quotidianos...

Mantinha do Ego

Pequenos retalhos que cobrem o alvorecer de dois quotidianos...

Três dias, trinta crianças e muita alegria

Há coisas que não podemos simplesmente ignorar...

Sejam alguns chuviscos nas manhãs de verão, um mergulho debaixo do luar e céu estrelado ou apenas uma guitarra que rasga notas musicais num cenário bucólico e bem disposto.

 

Há sorrisos que enternecem, no meio das traquinices, os corações que se enchem de alegria e carinho.

E claro que há sempre espaço para aqueles abracinhos que nos envolvem na amizade e que dão o alento para mais um dia, para mais uma aventura.

 

Foram três dias, trinta crianças e muita alegria!

Muitos mergulhos, muitos saltos, brincadeiras e gargalhadas!

Entre partilhas de marmitas, camisolas perdidas, meias penduradas e lenços esquecidos, as memórias não se perdem. Criam-se novas oportunidades de comunhão, de aprendizagem, de ser verdadeiro e de melhor servir.

 

Na brincadeira, que nasce no amanhecer e tranquiliza no entardecer, há tanta vivacidade que não se pode parar e apenas ignorar o que está a acontecer à nossa volta.

 

São três dias e trinta crianças. É muito trabalho que se recompensa com amizade, com carinhos, beijinhos e abracinhos.

 

Sim, vale a pena parar a rotina e entregarmo-nos à aventura de ser escuteiro.

Vale sempre a pena servir e ter sempre a melhor vontade para ser feliz!

 

da0199ef594612b7d23cd5c6ff2522c7-r.jpg

 

3 comentários

Comentar post