Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mantinha do Ego

Pequenos retalhos que cobrem o alvorecer de dois quotidianos...

Mantinha do Ego

Pequenos retalhos que cobrem o alvorecer de dois quotidianos...

Um ano de retalhos!

Um ano se passou desde que surgiu a «Mantinha do ego»...

 

Partilhar pensamentos, reflexões, poemas, textos com um humor subtil e até virar o «Mundo ao contrário», foram os motivos que nos levaram, a mim e à Lúcia Costa, a escrever neste espaço intimista.

 

Entre posts que estiveram em destaque, memórias que foram recordadas em palavras que se empilharam, sentimentos que afloraram os dias e a alma, é com muita alegria que celebramos esta data!

 

Um ano em que apenas escrevemos com a simplicidade e o objetivo de nos entregarmos à criatividade...

 

Apesar das ausências e da inspiração literária que se escondeu de vez em quando, ainda que os temas por vezes fossem os mais aleatórios e, por isso, mais desafiantes, a certeza é a de que iremos continuar a escrever neste espaço que tanto é lido em vários cantos do nosso Algarve, como em Lisboa, Porto ou Santarém, voando além fronteiras pela América, Ásia e África.

 

A verdade é que «para viajar basta existir», mas a literatura permite-nos voar e percorrer todos os cantos do mundo, nem que seja pelo imaginário que nos transporta aos lugares mais felizes que nos forem possíveis construir.

 

Aqui fica um agradedimento a todos aqueles que leram os nossos retalhos e que fazem parte deste blog. E à Lucia, que traz através dos seus textos, um olhar interessante, com um humor inteligente e desafiante a todos os que se aventurarem na leitura das suas partilhas, fica um agradecimento especial por termos avançado com este pequeno projeto.

 

Continuem a acompanhar estes retalhos da mantinha e aconchegue-se nas nossas partilhas!

 

mantinha.jpg